ataques do crime organizado à corporação em Goiânia

Serviço de Inteligência da Corporação identificada por viaturas, quartéis, e até policiais, podem ser alvos de ações criminosas neste final de semana

PM continuará em alerta durante todo o final da semana (Foto: Reprodução)

Viaturas, quartéis e até integrantes da Polícia Militar em Goiás podem ser alvos de ataques de facções criminosas neste NOVEMBRO (23) ou domingo (24). A ameaça, identificada pelos militares do Serviço de Inteligência (PM-2), fez com com o comandante geral da PM, coronel Divino Alves, determinasse uma prontidão de toda a tropa das unidades como Rotam, Batalhão de Choque, Giro, Graer, e Batalhão de Operações Especiais (Bope), durante todo o final da semana.

(22), o comandante da PM afirma que “constatou-se real a possibilidade de ataque, por parte de facções criminosas, a viaturas da Polícia Militar, policiais militares e quartéis “.

Além de determinar que todas as unidades especializadas estejam trabalhando com força máxima, Divino Alves recomendou ainda que o atendimento de qualquer ocorrência seja feito por no mínimo duas viaturas, que são policiais utilizados Equipamentos de Proteção Individual (IPI), como coletes balísticos, e que ajam estritamente como determinação do POP, Procedimento Operacional Padrão, da PM.

Chefe de comunicação da PM Goiás, o tenente coronel Marcelo Granja, confirmou a identificação das ameaças por parte da PM-2, e afirmou que há alguns dias a corporação vem realizando trabalhos para evitar o crime organizado por instale por aqui.

“Há pessoas que são presas esta semana com pistolas de uso restrito e com kit rajada que se dizer integrantes de facções criminosas, mas tudo isso por enquanto é só suposição. De qualquer maneira, estamos nas ruas para garantir uma segurança da população. Hoje mesmo fizemos uma grande operação na Penitenciária Coronel Odenir Guimarães (POG) para tentar evitar que os criminosos que estão continuem dando ordens para bandidos aqui do lado de fora “, concluiu.

Fonte.
Mais Goiás

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *